Abraão no Sambódromo

Calma! Em São Paulo a Escola Pérola Negra irá levar à passarela do samba a história de Abraão – o patriarca da fé – de um modo bem peculiar. Peculiar já é o tema no meio do Carnaval, peculiar também será a apresentação da escola neste ano. Nada de mulheres nuas ou passistas vestidas com roupas mínimas. O carnaval da Pérola Negra neste ano será bem comportado, sim senhor. Mas não faltará alegria. O que motivou a escolha de tal Samba-enredo? O que fez uma escola mudar o contexto do Carnaval nacional que fala de tudo menos de Deus?…

“Ninguém vai ficar nu no nosso desfile. Fizemos uma pesquisa das roupas de época e todo mundo estará vestido”, diz o carnavalesco André Machado. O enredo foi sugerido por Jairo Roizen, diretor de marketing da escola, que é judeu. Machado, que é católico, gostou da ideia e o tema também foi aprovado pelo restante da comunidade. “Todo mundo abraçou. No barracão, tem gente da Umbanda, tem mórmon, tem evangélico… Tem até culto da Renascer encerrando com o nosso samba”, diz Machado.

Na avenida, a escola espera sensibilizar o público e fazer história. “A gente imaginou que as pessoas tinham se afastado muito de Deus. E Abraão foi a primeira pessoa a acreditar em Deus, em um Deus único. Daí o tema”, diz Machado. “A bíblia já foi citada em alguns desfiles e a Mangueira já tinha falado de Moisés. Mas esta é a primeira vez que uma escola de São Paulo escolhe um tema da Bíblia como enredo.”

Com cerca de 3.200 integrantes, a Pérola Negra contará a história bíblica na madrugada de sábado. Nos cinco carros alegóricos e nas 23 alas, os foliões vão representar passagens da vida de Abraão, da chegada dos hebreus à Canaã à destruição de Sodoma e Gomorra. “Esta é uma passagem bem polêmica, porque fala de homossexualidade”, acrescenta Machado.

Apesar do tema sério, a Pérola Negra aposta no samba composto por Mydras, Carlinhos, Regiano, Michel e Bola para balançar o público e, quem sabe, conquistar seu primeiro título do Grupo Especial no carnaval de São Paulo.

Assista ao vídeo com o samba da Pérola Negra 2011:

O site da Escola traz maiores informações sobre a escolha do tema, bem como tal será abordado, sendo este um tema bíblico. Confira:

Frente  ao caos urbano, turbinado pelo crescimento populacional descontrolado, pelas trágicas  reações  climáticas e, principalmente, pela banalização da violência, o homem tem travado uma batalha conceitual sobre os seus valores  religiosos, dificultando a sua renovação de fé e esperança  e, sobretudo, questionando a existência de Deus. Ao contar  a lenda de Abraão, comum  às três tradições monoteístas – judaísmo, cristianismo e islamismo  –,  pretendemos ilustrar a importância, para a sociedade atual, da busca por algo divino para amenizar suas dores e cicatrizar suas feridas, pois nada é por acaso. E assim, como  fez o protagonista deste enredo,  ter a palavra “acreditar” como ordem,  entendendo que para cada um de nós foi escrito um capítulo exclusivo, mesmo sobre linhas enviesadas, desta grande obra que é a vida.

Como será exposto:

SETOR I: Narra o início da lenda de Abraão e sua adoração por um único Deus; sua obediência cega que o fez marchar rumo à Canaã  – a terra prometida  – com sua esposa Sarai e seu sobrinho Ló; sua projeção particular do local; e os percalços que os levaram a rumar para o sul e procurarem abrigo no Egito; e etc.

SETOR II:Mostra a prosperidade egípcia da época; a farsa que propôs Abraão a sua esposa Sarai para driblar a impiedade do faraó e as conseqüências deste ato; a expulsão dos envolvidos do Egito; e os outros.

SETOR III:Conta como foi a separação de Abraão e seu sobrinho, fazendo Ló seguir para Sodoma e Gomorra; o resgate de Ló por Abraão; a decisão de Ló retornar a Sodoma e Gomorra; a visita de anjos enviados por Deus a Ló; a destruição da cidade; e etc.

SETOR IV:Ilustra  o que levou o Abraão a ter Ismael, seu filho com Hagar, escrava de sua mulher Sara, inclusive com o consentimento da mesma; a promessa de Deus em dar um filho a Sara  de Abraão, mesmo sendo ela estéril e ambos idosos;  o sacrifício de Isaac e sua importância para o sentido da fé incondicional; e outros.

SETOR V:Mostra o valor de Abraão para as grandes tradições monoteístas – judaísmo, cristianismo e islamismo  -, pegando como exemplo sua história de fé para promover  a paz e a tolerância entre os homens e as religiões aqui citadas; e outros.

Como já citado em nosso site, não devemos trazer críticas à Escola, mas enxergar em tal apresentação algo que seja bom e oportuno, vendo algo de Deus. Entendemos que tal apresentação trará uma mensagem de fé e Deus em meio ao Carnaval a pessoas que na folia sequer pensariam no Criador, mas que pela Escola tal realidade anual é mudada. Lembre-se também que se nós, os Filhos de Deus não fizermos a nossa parte as pedras irão clamar, como em Lucas 19:40, e eles estão levando ao público uma mensagem teocêntrica, pois entendem que é isso do que o público precisa.

O desfile da Pérola Negra será na sexta de carnaval.

Fontes: Gospel + e GRES Pérola Negra

CENA

Anúncios
Categorias: Artes, Notícias | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: